Um retrato da Asma no Brasil e no mundo

  • Considerada a terceira principal causa de hospitalizações no SUS – 8 mortes/dia
  • Atinge 6,4 milhões de brasileiros e 300 milhões no mundo:
  • 3,9 milhões são mulheres (39% a mais)
  • 2,4 milhões de homens
  • 60% são crianças
  • A doença é mais comum em crianças e tende a desaparecer, na maioria dos casos, com o desenvolvimento do sistema imunológico” (em crianças leva a internações frequentes)
  • Uma crise de asma pode surgir pela primeira vez após os 60 anos de idade
  • Estudos indicam que 60% dos casos de asma são leves; 25% moderados; e de 5% a 10%, graves
  • A Manifestação da doença está associada à predisposição genética, além de componentes emocionais e sociais relacionados com o estilo de vida
  • Consume mais de 10% da renda familiar e seus medicamentos correspondem a mais da metade do custo total da doença

Fontes: Associação Brasileira de Asmáticos e Governo Brasileiro

Perguntas e respostas sobre Asma

O que é a Asma?

A asma é uma doença causada pelo estreitamento das vias aéreas do pulmão, resultante da contração dos músculos brônquios ou excesso de secreção.

Por que tenho asma?

A Asma pode ter origem no histórico familiar (predisposição genética); pode ser causada por conta de alergias (pós, ácaros, fungos, pólen , pelo de animais); infecção viral; variação brusca do clima; fatores irritantes (cigarro, poluição, aerossóis); medicamentos e até uma mistura de todos esses fatores.

Quais são os sintomas da Asma?

Ocorrências frequências de tosse seca, falta de ar, chiado e/ou aperto no peito (principalmente à noite e de manhã). Existem diversos níveis de asma, variando de acordo com cada indivíduo. Existem três classificações oficiais: de leve, moderada e grave.

Asma tem cura?

Não. Mas a Asma que se manifesta antes dos 16 anos, pode desaparecer completamente, pois muitas crianças manifestam a doença na infância, por estarem formando o seu sistema imunológico, mas assim que o fortalecem e ele se solidifica, a doença desaparece por completo.

Como prevenir crises de asma?

Deixe os ambientes o mais livre de poeira possível. Troque a roupa de cama regularmente. Não fique próximo a fatores irritantes, como fumaça de cigarro, cheiros químicos fortes, incenso. Procure evitar friagem. Faça exercícios físicos regularmente.

Como o Programa AsmaSMS pode ajudar a prevenir e controlar a doença?

A intenção do AsmaSMS é lembrar ao paciente asmático de tomar a medicação diariamente e oferecer dicas para que ele adquira uma qualidade de vida convivendo com a doença, aumentando o seu bem-estar e o de sua família.

Tenho asma, posso fazer exercícios físicos?

Pode e deve, atividades aeróbias (natação, corridas, etc.) são importantes para melhorar o sistema cardiorrespiratório auxiliando no controle da asma.

O que são as bombinhas? Elas viciam?

As bombinhas são o recipiente de medicações inalatórias, como broncodilatadores ou corticoides inalatórios. As bombinhas não viciam e nem fazem mal ao coração.

Estou grávida e tenho Asma, posso tomar medicamentos de combate à doença?

Sim pode, mas deve consultar o seu médico para saber qual é o medicamento mais adequado.

O que pode piorar a Asma?

Pó, poluição, estresse, contato com fatores irritantes, ar frio, gripe e resfriado, animais de estimação, pólens, fungos e ácaros.

Confira se sua Asma está controlada

Teste rápido para verificar se a sua Asma está sob controle.

A GINA, Organização de Estratégia Global para controle e Prevenção da Asma (www.ginasthma.org), criou um teste rápido que identifica se sua Asma está controlada. Caso você responda SIM a qualquer uma das perguntas abaixo, você precisa estar mais atento no controle da doença, além do cadastro no programa AsmaSMS, vale a pena você conversar com o seu médico para solicitar informações adicionais sobre a prevenção e controle da Asma.

1. Você apresenta sintomas da asma mais que duas vezes por semana durante o dia?
2. É usual você acordar à noite por conta dos sintomas da asma?
3. Você deixa de fazer alguma coisa por causa da asma?
4. Você já utilizou a ‘bombinha’ (broncodilatador) mais do que duas vezes por semana?

Dicas essenciais para conviver com a asma

  • Usar pano úmido, para tirar a poeira da casa ao invés de espanador;
  • Usar pano úmido, para tirar a poeira da casa ao invés de espanador;
  • Manter o quarto com poucos objetos e das crianças com poucos brinquedos;
  • Trocar a roupa de cama duas vezes por semana e lavá-las com água quente;
  • Evitar carpetes, tapetes e cortinas em casa (onde os ácaros mais se alojam);
  • Fazer limpeza do nariz diariamente e evitar respirar pela boca;
  • Evitar alimentos (balas, biscoitos, etc..) que contenham muito corante (s);
  • Os Animais e Plantas devem ficar fora de casa;
  • Abrir as janelas do quarto e da casa diariamente (os ácaros não sobrevivem à luz e ventilação);
  • Locais que apresentam mofo devem ser limpos com água sanitária;
  • Evite entrar em contato com remédios para insetos, perfumes de cheiro forte, removedores, lustra-móveis, desinfetantes e locais muito poluídos;
  • Evitar ficar ao lado de pessoas que estão fumando;
  • Evitar tomar friagem, dormir com os cabelos molhados;
  • Após tomar sorvetes, picolés ou sobremesas e bebidas geladas, tomar um copo de água sem gelo (asmáticos não têm que se abster de alimentos congelados, como há muito se acreditava, basta em seguida tomar este procedimento).

Fonte: Manual de Atividades para Crianças Asmáticas - Sylvia Lúcia de Freitas e Renata Xavier Magalhães – CEPEUSP

Associação Brasileira de Asmáticos - ABRA
Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia - SBPT
Associação Brasileira de Alergia e Imunologia - ASBAI
Jornal Brasileiro de Pneumologia
Global Strategy for Asthma Management and Prevention, Global Initiative for Asthma – GINA (Estratégia Global para controle e Prevenção da Asma, Iniciativa Global contra Asma) (em inglês)
World Health Organization (Organização Mundial da Saúde) (em inglês)